Porto Alegre, terça-feira, 13 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Eleição em Cuba marca o fim da era Castro após 60 anos no poder

Mais de oito milhões de cubanos votaram no último domingo (11) para eleger os 605 membros do Parlamento, de onde sairá o novo presidente do país latino. A eleição marca o fim dos 60 anos de castrismo, primeiro com Fidel Castro e atualmente com Raúl Castro, irmão do líder da revolução, no comando desde 2008. O mais cotado para substituí-lo no cargo é o seu sucessor Miguel Díaz Canel, também na linha socialista. O nome do novo presidente será divulgado em 19 de abril. O presidente Raúl Castro foi o primeiro a votar nas eleições (foto), em Segundo Frente, Leste do país. Em seu pronunciamento, Castro definiu o caminho como "longo e difícil". Apesar de deixar o cargo da presidência, ele seguirá até 2021 no comando do Partido Comunista de Cuba. 
 

FOTO Estudios Revolución/FotosPúblicas/JC