Porto Alegre, sábado, 19 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Artistas brasileiros protestam contra descaso com indígenas no Festival de Cannes

Em meio ao glamour do dia de estreia dos filmes que concorriam da mostra paralela Um Certo Olhar do Festival de Cinema de Cannes, na França, membros da produção, direção e atores do único representante brasileiro roubaram a cena nesta quarta-feira (16), com um protesto no tapete vermelho. A equipe do filme Chuva é cantoria na aldeia dos mortos mostrou cartazes em português, inglês e francês reivindicando a demarcação de terras indígenas e o fim do genocídio dos índios no Brasil. O longa-metragem, dirigido por João Salaviza eRenée Nader Messora, narra a história de um jovem índio da tribo Krahô, no Tocantins.
 

FOTO LOIC VENANCE/AFP/JC
16/05/2018 - 19h49min